Você sabe a origem da história de papai noel?

    Você sabe a origem da história de papai noel?

    Você sabe a origem da história de papai noel?

    felipeapb 14 de fevereiro de 2021 Curiosidades

    Sim amigos, ele existiu, mas era bem diferente do velhinho que alegra a imaginação das crianças. Ele não andava de trenó puxado por renas encantadas, muito menos era barrigudo – Papai Noel foi,  na verdade, o esbelto bispo Nicolau, que nasceu na Turquia em 280 d.C.  viveu e pontificou na  cidade de Mira, na Ásia Menor, no século 4, e foi santificado como São Nicolau.

    Diz a Lenda que São Nicolau oferecia presentes durante seu aniversário, que acontecia dia 6 de dezembro, talvez por isso sua  história tenha se misturado com o natal. Nessa data é comemorado a  Festa de São Nicolau.

    Outra lenda que também se mistura com o Natal é a de  que três moças não poderiam se casar porque seu pai não tinha condições de pagar seus dotes, na época, indispensáveis. Assim, a sorte das moças estava lançada ao cruel destino de escravidão ou prostituição. São Nicolau, comovido com a situação, jogou três sacos de moedas de ouro pela chaminé da casa das moças. Os sacos caíram dentro das meias das moças que estavam secando junto ao fogo da lareira.

    Costuma-se dependurar meias nas lareiras das casas no dia 5 de dezembro à noite, véspera de São Nicolau, fazendo orações. Costuma-se também colocar sapatinhos na janela, para as crianças que não tem lareira. São Nicolau, durante a madrugada, enche de doces as meias ou os sapatinhos das crianças que se comportaram bem durante o ano.

    Essa história não se parece com a tradição do sapatinho  na lareira?

    São Nicolau também é considerado  o padroeiro dos estudantes.

    A santificação ocorreu ocorreu por diversos milagres que supostamente nicolau teria realizado, sendo   o mais famoso deles, ter aparecido em sonhos ao imperador romano Constantino (280-337). Nele, salvava a vida de três capitães de um navio condenados à morte.

    Sua transformação em símbolo natalino aconteceu na Alemanha, e daí conquistou os outros países da Europa e a América. Nos Estados Unidos, com o nome de Santa Claus, é que a tradição do velhinho bom e generoso adquiriu força.

    Ao redor do mundo, Papai Noel recebeu vários nomes.

    Além de Santa Claus e Papai Noel, ele também é chamado  Viejito Pascuero, Babbo Natale, 

    Joulupukki, Père Noel e até mesmo de Pai Natal em Portugal.

    Suas vestimentas originais eram até o final do século XIX,uma roupa de inverno na cor marrom ou verde escura, até que em 1886, ser repaginado pelo cartunista alemão Thomas Nast. Agora suas roupas eram vermelha e branca, com cinto preto. A nova caracterização foi apresentada na revista Harper’s Weeklys neste mesmo ano.

    Apesar das grandes contribuições oriundas do experimentalismo de Nast, temos ainda que desvendar a origem da sua roupa avermelhada. De fato, vários desenhos já haviam retratado o Papai Noel com trajes das mais variadas formas e cores. Contudo, foi em 1931 que Haddon Sundblom, contratado pela empresa de refrigerantes “Coca-Cola”, bolou o padrão rubro das vestimentas do bom velhinho. 

    Com passar do tempo, a popularização das campanhas publicitárias da marca acabaram instituído o padrão.

    A campanha publicitária fez um grande sucesso, ajudando a espalhar a nova imagem do Papai Noel pelo mundo. Sucesso absoluto, tanto para a marca de refri, quanto para o bom velhinho.

    Historicamente, a Coca-Cola não foi a primeira empresa de bebidas não-alcoólicas a usar este visual moderno numa campanha publicitária: Já em 1915, a White Rock Beverages o tinha feito para vender água mineral. Tornou a recorrer ao visual para uma anúncio de ginger ale em 1923. Ainda mais cedo, o gorducho vestido no atual traje vermelho e branco já tinha aparecido em várias capas da revista Puck nos primeiros anos do século 20.

     Conforme a lenda, Papai Noel mora no Extremo Norte, numa terra de neve eterna. Na versão americana, ele mora em sua casa no Polo Norte, enquanto na versão britânica frequentemente se diz que ele reside nas montanhas de Korvatunturi na Lapônia, Finlândia. Papai Noel vive com sua esposa Mamãe Noel, incontáveis elfos mágicos e oito ou nove renas voadoras. Outra lenda popular diz que ele faz uma lista de crianças ao redor do mundo, classificando-as de acordo com seu comportamento, e que entrega presentes, como brinquedos ou doces, a todos os garotos e garotas bem-comportados no mundo, e às vezes carvão às crianças mal comportadas, na noite da véspera de Natal. Papai Noel consegue esse feito anual com o auxílio de elfos, que fazem os brinquedos na oficina, e das renas que puxam o trenó.

    A popularização

    Uma das pessoas que ajudaram a dar força à lenda do Papai Noel foi Clemente Clark Moore, um professor de literatura grega de Nova Iorque, que lançou o poema Uma visita de São Nicolau, em 1822, escrito para seus seis filhos. Nesse poema, Moore divulgava a versão de que ele viajava num 

    trenó puxado por renas. Ele também ajudou a popularizar outras características do bom velhinho, tais como entrar pela chaminé.

    O caso da chaminé, inclusive, é um dos mais curiosos na lenda de Papai Noel. Alguns estudiosos defendem que isso se deve ao fato de que várias pessoas tinham o costume de limpar as chaminés no Ano Novo para permitir que a boa sorte entrasse na casa durante o resto do ano.

    No poema, várias tradições foram buscadas de diversas fontes e a verdadeira explicação da chaminé veio da Finlândia. Os antigos lapões viviam em pequenas tendas, semelhantes a iglus, que eram cobertas com pele de rena. A entrada para essa “casa” era um buraco no telhado.

    A última e mais importante característica incluída na figura do Pai Natal é sua blusa vermelha e branca. Antigamente, ele usava trajes verde e costumava usar um gorro também verde na cabeça.

    Seu atual visual foi obra do cartunista Thomas Nast,[1] na edição de 1 de Janeiro de 1863 da revista Harper’s Weeklys. Em alguns lugares na Europa, contudo, algumas vezes ele também é representado com os paramentos eclesiásticos de bispo, tendo, em vez do gorro vermelho, uma mitra episcopal.

    Sobre as Renas

    As renas do Papai Noel são as únicas renas do mundo que sabem voar, ajudando-o a entregar os presentes para as crianças do mundo todo na noite de Natal. Quando o Papai Noel ou o Pai Natal pede para serem rápidas, elas podem ser as mais rápidas renas do mundo. Mas quando ele quer, elas tornam-se lentas.

    A quantidade de renas que puxam o trenó é controversa, tudo por causa da rena conhecida como Rudolph. Existe uma lenda que diz que Rudolph teria entrado para equipe de renas titulares por ter um nariz vermelho e brilhante, que ajuda a guiar as outras renas durante as tempestades. E, a partir daquele ano, a quantidade de renas passou a ser nove, diferente dos trenós tradicionais, puxados por oito renas. Tal lenda foi criada em 1939 e retratada no filme Rudolph, a Rena do Nariz Vermelho (1960 e 1998).

    O nome das renas, em inglês são: Rudolph, Dasher, Dancer, Prancer, Vixen, Comet, Cupid, Donner e Blitzen. E em português são: Rodolfo, Corredora, Dançarina, Empinadora, Raposa, Cometa, Cupido, Trovão e Relâmpago.

    A agência que controla o espaço aéreo americano (North American Aerospace Defense Command) também instalou um “Santa Tracker” (“Rastreador de Santa” Claus) em sete idiomas, onde se pode ver a localização atual e as próximas paradas de Papai Noel, acompanhado de suas lendárias renas. O programa de rastreamento do Papai Noel pela agência é uma tradição que data de 1955, quando um anúncio no jornal Colorado veio com o número telefônico para conectar as crianças com o bom velhinho e algumas chamadas, por erro, caíram numa linha da NORAD.

    Curiosidades

    1- Existe um endereço para enviar uma carta ao papai noel 

    Código postal: FIN-96930 Arctic Circle

    Rovaniemi – Finlândia

    2-  Penedo, distrito de Itatiaia, no Rio de Janeiro, que é uma colônia finlandesa, se autodeclarou como a “residência de verão” do Papai Noel.

    3 –  Site oficial – https://www.papainoel.fi/

     

    Outros artigos

    Melhor São João do Brasil

    15 de fevereiro de 2021

    Melhor São João do Brasil

    Junho vai chegando e além das temperaturas baixas outra coisa muito esperada são as festas juninas. Festas típicas onde é possível dançar, confraternizar e comer del...

    Otimizado por Lucas Ferraz.